Veja como as redes sociais podem ajudar no relacionamento com o cliente

*Artigo do parceiro Guia de Investimento

As redes sociais praticamente revolucionaram os relacionamentos interpessoais e profissionais. Hoje em dia as pessoas passam diversas horas online, em comunicação com outras pessoas ou até com marcas.

É bastante comum, por exemplo, a pesquisa nas redes sociais de um empreendimento antes de uma visita à loja física ou compra online.

No perfil da empresa, as pessoas esperam encontrar dados sobre os produtos ou serviços, telefone, endereço, além de conteúdos informativos e relevantes para o público e avaliações de outros clientes.

No caso de uma empresa especializada no conserto de aquecedor solar, por exemplo, a presença nas redes sociais beneficia os clientes, pois eles conseguem ter mais certeza das suas decisões, tendo uma ideia da qualidade do atendimento.

Ao mesmo tempo, para a empresa, a vantagem é a possibilidade de melhorar o relacionamento com os clientes, estabelecendo uma comunicação mais eficiente e presente. O resultado é maior facilidade para oferecer produtos e serviços e vender mais.

A importância das redes sociais para os negócios

As redes sociais funcionam como ferramentas para facilitar a comunicação entre as empresas e clientes. Assim, as marcas se fazem presentes neste canal tão importante na atualidade.

Também têm oportunidade para propagar a mensagem da empresa e se tornar mais visível e próxima do seu público.

Cinco grandes motivos demonstram a importância das mídias sociais no relacionamento com o cliente. São eles:

Identificação com a marca

As pessoas que seguem as empresas nas redes sociais não são apenas clientes ou potenciais clientes. Elas compõem um público que se identifica com a proposta do negócio e se interessa pelo que ele representa.

É isso que impulsiona também o compartilhamento das postagens, que ajuda na disseminação da marca.

Mais agilidade no atendimento

Hoje em dia as pessoas esperam um atendimento imediatista, e as redes sociais representam uma ferramenta bastante útil para atender a esse perfil de consumidores. Uma fabricante de Dobradiça para porta corta fogo, por exemplo, pode tornar o seu atendimento mais imediato atendendo aos clientes pelo Facebook Messenger ao invés de telefone.

Assim a ferramenta digital serve para ajudar os clientes de uma maneira mais rápida e personalizada, como o cliente gosta ou espera.

Posicionamento mais efetivo

Além de criar o perfil nas redes sociais, as estratégias só serão bem sucedidas com o acompanhamento, gerenciamento e criação de conteúdo atraente e relevante para o público, além de estar relacionado ao universo do negócio.

Além disso, as empresas podem usar as redes para fortalecer os seus valores, se posicionando de uma maneira mais marcante. Uma fabricante de saco de papel branco, por exemplo, pode defender a reciclagem, o consumo consciente e o combate à poluição, valorizando ainda mais as postagens.

Feedback dos clientes

Quando o cliente se aproxima da empresa e sente que a comunicação é fácil e positiva, mais pessoas tendem a se sentir confortáveis para falar abertamente sobre as suas impressões e experiências com determinado produto ou serviço, desde a eficiência de uma cola uv para vidro até a qualidade da aplicação feita pelos profissionais enviados pela empresa.

O feedback bem aproveitado é aquele que é usado pela empresa para o seu amadurecimento, e também para aproximar os dois lados, com uma resposta simpática e positiva mesmo diante de reclamações.

De uma maneira geral, cada comentário sempre deve ser visto como uma oportunidade de aprender e melhorar, seja o produto ou o serviço prestado, como a instalação de piso industrial epoxi, para exemplificar.

Ampliar a rede de contatos

As redes sociais são tão importantes para a comunicação das empresas com os clientes que são capazes de ampliar consideravelmente os contatos das marcas, tornando-as mais populares e, consequentemente, mais lucrativas.

Quando os clientes interessados no aluguel de máquina de fliperama multijogos, por exemplo, se interessam no serviço e acessam a rede social da empresa.

Quando eles são bem atendidos, se identificam com as mensagens da empresa e se sentem ajudados com as suas postagens, são grandes as chances de eles compartilharem o conteúdo entre conhecidos.

Além de contribuir para aumentar a notoriedade e a presença online, isso ajuda a aumentar as vendas da empresa, já que as pessoas tendem a fechar negócio com a empresa em que já confiam.

Como escolher a rede social ideal para a empresa?

As redes sociais se mostram um excelente caminho para a melhoria no relacionamento entre empresa e clientes, mas estar em todas as plataformas pode ser um grave erro.

É preciso identificar a rede social capaz de gerar mais audiência e destaque para a empresa, que será a que se fizer mais presente entre o público-alvo da vendedora de grama esmeralda preço acessível, por exemplo. O primeiro passo é conhecer os seus consumidores.

Conheça a audiência

O conceito de personas é cada vez mais popular, porque ajuda bastante as empresas nas estratégias de marketing. Tratam-se de personagens fictícios criados para facilitar o entendimento do público-alvo, retratando pessoas reais por meio de dados estatísticos.

Uma empresa fabricante de pier flutuante, para exemplificar, pode realizar pesquisas entre os seus contatos para descobrir as redes sociais que eles mais utilizam. Além disso, formulários ajudam as empresas a identificar as principais dúvidas que as pessoas podem ter sobre determinados temas.

Assim, ela consegue estabelecer uma relação mais próxima e baseada na confiança, com conteúdos relevantes e feitos para atrair e ajudar a audiência.

Por fim, o sucesso das estratégias também depende do uso adequado das redes sociais. Por isso é fundamental conhecer como cada uma funciona, seus principais objetivos e recursos.

Facebook, o maior sucesso do mundo

O Facebook é uma das redes sociais mais populares no mundo, com mais de 1,3 bilhão de usuários. Por isso a presença na plataforma é praticamente obrigatória para qualquer empresa ou profissional que pretenda se destacar em seu mercado de atuação.

No Facebook, o público adulto é maioria e busca informação, entretenimento e educação. A diversificação de formatos e estratégias é uma das chaves para o sucesso no Facebook, mantendo a audiência engajada.

A presença forte na rede é alcançada com página corporativa, conteúdos coerentes e relevantes para o público, estímulo ao diálogo e compartilhamento, interação e direcionamento para o site, blog ou landing page da empresa.

Twitter, para conversas interessantes com o público

O Twitter tem um número menor de usuários, em comparação com o Facebook, mas possui uma audiência bastante engajada e ativa. O diferencial do Twitter está no alcance dos usuários de dispositivos móveis, uma vez que cerca de 80% do tráfego na rede é de smartphones ou tablets.

De uma maneira geral, o público do Twitter busca informações e costuma responder rapidamente qualquer interação. Por isso, a presença na rede demanda bastante dedicação, com postagens frequentes.

LinkedIn, para contatos profissionais

O LinkedIn, por sua vez, é uma rede social profissional com cerca de 350 milhões de usuários, destacando-se como a maior do mundo nesse segmento.

Ela está focada em negócios e concentra um público B2B (Business to Business, ou de empresas para empresas, do inglês), mas também possibilita o crescimento de profissionais autônomos em busca de uma marca pessoal.

O sucesso depende em grande medida da contratação de um perfil premium, com mais possibilidades de interação com outras empresas e profissionais. Além disso, é preciso compartilhar conteúdos relevantes e se manter ativo em fóruns e debates, o que mostra a autoridade do profissional em seu segmento de atuação.

YouTube, causando impacto visual

Vídeos estão em alta e podem ser bem aproveitados por empresas de diversos segmentos, dando destaque a conteúdos diversificados, como tutoriais, webinars, cursos online, entrevistas, entre outros.

No YouTube é possível aproveitar ao máximo da junção de imagem e som, valorizando produtos ou serviços oferecidos pela empresa, mostrando conhecimento e engajando o público.

São muitas possibilidades para mercados segmentados, principalmente por conta das ferramentas de análise de audiência, que ajudam as empresas a adequarem os seus conteúdos às expectativas dos clientes.

Instagram, para ser visualmente criativo

O Instagram é uma rede social que ganhou bastante importância nos últimos anos, com usuários que buscam inspiração em imagens criativas e bem produzidas.

Trata-se de uma plataforma de uso bastante intuitivo, com um público jovem que usa a rede para encontrar outros usuários ou perfis com interesses em comum.

Por isso, o uso das hashtags é essencial no Instagram, aumentando o alcance das postagens entre o público interessado em determinados assuntos.

Pinterest, inspirando a audiência

O Pinterest conta com cerca de 70 milhões de usuários, a maioria do sexo feminino, em busca de conteúdo visual atraentes para a construção de murais por categoria. Por isso as empresas que fazem mais sucesso na rede são aquelas que investem em postagens no estilo faça você mesmo, no segmento alimentício, de moda, turismo e design.

Embora essas sejam as redes sociais principais na atualidade, é possível encontrar outras, com público mais segmentado.

Ao final, é importante que as empresas se dediquem à mensuração dos resultados das campanhas, identificando pontos fortes e fracos e melhorando as ações para alcançar as metas.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



Autor: Vinicius Tarouco
Redator e Analista SEO, tem como objetivo em seus artigos ajudar você a tornar sua loja virtual mais prática e eficiente! Jornalista aficionado por tecnologia, livros e jogos eletrônicos.

Deixe uma resposta