Mês de maio reaquece lojas virtuais com o dia das mães

Tags: , , , , , ,

maio-reaquece-lojas-virtuaisMaio é o primeiro mês que levanta significantemente o mercado brasileiro após as datas comemorativas ocorridas entre novembro e dezembro do ano anterior. Uma das razões é a data comemorativa do dias das mães, que é um dia de extrema importância para o varejo, porém ocorrem outras comemorações, já que maio também é conhecido como o “mês da noiva”.
E como já era de se esperar, maio reaquece lojas virtuais. Apenas neste mês, o comércio eletrônico deve ter um crescimento de 8,67% em relação ao mês de abril, movimentando cerca de R$ 6,18 bilhões somente neste período. O ano de 2016 possui uma estimativa de crescimento de 25% em relação ao ano passado, ou seja, até o final do ano, as lojas virtuais devem arrecadar um valor de aproximadamente R$ 69,79 bilhões para o país, segundo dados da Conversion, agência digital especializada em dados para o E-commerce. Com crescimento acelerado deste jeito, ficar sem uma loja virtual é sair perdendo para a concorrência.
Você pode baixar o relatório dos dados no site da conversion após preencher um formulário: Relatório Conversion do E-Commerce Brasileiro 2016
É importante notar que maio é um mês importante para o mercado, principalmente por causa dos Dias das Mães. O varejista virtual que produz propaganda através do Marketing Digital e investe em promoções neste mês possui grande probabilidade de sair lucrando. Maio só fica para trás do mês de novembro, quando ocorre a data comercial Black Friday e as datas comemorativas de final de ano (dezembro) se aproximam (Natal e Confraternização Mundial). O mês de maio reaquece lojas virtuais e faz a margens de lucro do empreendedor que está na internet crescerem.
Além das datas comemorativas, outro meio que o varejista virtual tem encontrado de atrair clientes e ao mesmo tempo propagar sua marca no ambiente virtual são as redes sociais. O consumidor possui um comportamento cada vez mais digital e muitas compras também são concretizadas nos serviços móveis, como os Smartphones, ressaltando a importância de ter um site responsivo e adaptado para os telefones atuais.

“Um outro fator que impulsiona o crescimento do setor é a mudança de comportamento do consumidor, que está cada vez mais digital e prefere comprar online, tanto pelas ofertas quanto pela comodidade.” – Diego Ivo, CEO da Conversion

 
maio-reaquece-lojas-virtuais-1
Mesmo o E-Commerce correndo a todo vapor, no Brasil as lojas virtuais ainda passam por muitos problemas, como atrasos nos prazos de entregas por correios ou transportadoras e no fechamento dos carrinhos. Enquanto nos E.U.A os fechamentos ocorrem sem grandes problemas (com uma porcentagem de 90% a 92%), em território nacional, esta realidade diminuiu drasticamente, ocorrendo o fechamento da compra entre 70% à 75% das vezes, o que é um bom número, mas que ainda pode melhorar. Os motivos para esta porcentagem ser menor no país também ocorrem por parte dos bancos, na qual possui um serviço mais custoso e de menor qualidade que em outros lugares do mundo. Muitas vezes o fechamento não ocorre por problemas de comunicação, envio de informações erradas, entre outros.

Mas então, o que está esperando para para abrir sua loja no ambiente virtual com uma empresa especializada e fazer parte deste lucro que o empreendedor virtual adquire fornecendo mais facilidades aos seus consumidores?



Autor: Vinicius Tarouco
Redator e Analista SEO, tem como objetivo em seus artigos ajudar você a tornar sua loja virtual mais prática e eficiente! Jornalista aficionado por tecnologia, livros e jogos eletrônicos.

Deixe uma resposta