e-Commerce fecha o 1º semestre com R$ 18,6 bilhões

da Redação
KasterWeb

e-Commerce fecha o 1º semestre com R$ 18,6 bilhões

No primeiro semestre do ano, o setor do comércio eletrônico faturou cerca de R$ 18,6 bilhões, somado um crescimento de 16% se comparado ao mesmo período de 2014, as informações são do relatório da 32ª edição do WebShoppers, sobre e-commerce produzido pela E-bit/Buscapé, unidade especializada em informações do comercio eletrônico do Buscapé Company.
Veja abaixo o faturamento anual dos últimos três anos do comércio eletrônico. 
2014 o faturamento foi de R$ 35,8 bilhões;
2013: R$ 31,11 bilhões de faturamento;
2012: R$ 22,5 bilhões de faturamento;
Fonte: Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e E-bit.
Já o tíquete médio foi superior ao ano passado, registrado em 13%, com o valor médio de R$ 377. E dentre os principais nichos responsáveis pelo avanço, são os eletrodomésticos e Telefonia/Celulares.

Redução no número de compradores do e-Commerce

foto: businesscomputingworld

Diferente do faturamento, o número de comprados reduziu em 7%, mesmo que o semestre tenha ultrapassado seus 17 milhões, com 49,4 milhões de pedidos. Bom,  o porquê da queda não se sabe o certo, porém a probabilidade é que seja o volume de light users, ou seja, consumidores que realizam ao menos um pedido na internet a cada seis meses, mas dessa vez não compraram nada, isso ainda segundo o relatório.

Moda é a campeã no segmento de e-Commerce

foto: adrianatelles
O segmento de moda e acessórios lideram as vendas, entre seis pedidos online, um é neste setor, correspondendo a 15%. Em seguida, vem os eletrodomésticos, somados em 13%. Telefonia/Celulares em 11%; Cosméticos e Perfumaria/Saúde também em 11%; e Assinaturas e Revistas/Livros com 9%.
Faturamento segmentado
Se formos analisar o faturamento, quem apresentou os melhores números foi o segmento de eletrodomésticos, com 25% de participação. Assim, segue os demais:
Telefonia/Celulares: 18%
Eletrônicos: 12%.

Expectativa para o fim de 2015

A expectativa para o faturamento do segundo semestre é mais de 15%, ainda segundo o relatório, número superior ao mesmo período de 2014,  totalizado R$ 41,2 bilhões. Como também a espera do aumento de pedidos, que está estimado em 5%, chegando assim a 108,2 milhões de pedidos até dezembro deste ano.
 

Deseja investir em e-Commerce? Entre em contato conosco! Tire suas dúvidas, clicando aqui!

 



Deixe uma resposta