fbpx

Entenda como o E-commerce pode aumentar as vendas da sua distribuidora

Tags: , ,

O E-commerce tem se transformado em um grande aliado para as distribuidoras, gerando mais vendas e aumentando sua visibilidade.

No entanto, você ainda tenha algumas dúvidas, sobre como isso é possível, verdade?

Neste artigo falaremos sobre:

  • Antes e agora: o futuro chegou!
  • E-commerces aumentam as vendas das distribuidoras?
  • Dicas para a sua distribuidora começar um e-commerce.

Tempo de leitura: 8 min.

Antes e agora: o futuro chegou!

O surgimento do comércio eletrônico tem sido uma força disruptiva para as empresas industriais de atacado e distribuição. A cadeia de suprimentos que antes só podia ser acessada através de um distribuidor dedicado agora pode ser acessada online.

As empresas de hoje estão acostumadas a ter dados detalhados sobre tudo, desde disponibilidade e preço do produto até a localização precisa do pedido no caminho. Qualquer coisa a menos está rapidamente se tornando insatisfatória.

Portanto, os distribuidores tradicionais descobrem que seu setor está mudando rapidamente e os serviços pelos quais foram avaliados antes não fornecem mais uma vantagem tão competitiva quanto antes.

 

E-commerces aumentam as vendas das distribuidoras?

Pensar em estratégias para aumentar as vendas, é uma das principais preocupações dos gestores de distribuidoras. No momento de migrar para um ambiente virtual, muitas dúvidas surgem e uma das principais está relacionada sobre o aumento das vendas.

Se a sua pergunta é um e-commerce pode aumentar as vendas de uma distribuidora?

A resposta é sim! 

 

Dicas para a sua distribuidora começar um e-commerce

Agora que você conhece alguns dos princípios básicos de que precisa, vamos ver como chegar lá. Aqui está uma abordagem passo a passo que o preparará para o sucesso.

 

  • 1. Desenvolva os requisitos do seu projeto

 

O planejamento do seu projeto é uma das etapas mais importantes. Você precisa decidir: quem é o público-alvo do seu site de comércio eletrônico: sua base de clientes existente, novos clientes ou ambos?

 

  • 2. Identifique possíveis obstáculos

 

Toda empresa tem uma maneira ligeiramente diferente de fazer negócios. Provavelmente, existem certas maneiras de operar hoje que não são uma correspondência direta para o comércio eletrônico. A chave é identificá-los com antecedência, para que a equipe entenda o que são e possa resolvê-los na solução planejada.

 

  • 3. Desenvolva uma visão de sucesso

 

Comece a pensar no que o seu novo site permitirá que os clientes façam e que não podem fazer hoje. Como isso facilitará suas vidas?

 

  • 4. Promova uma cultura que apoiará mudanças

 

Antes de fazer isso, você precisa ter certeza de que está pronto para apoiar as alterações. Você deve estar animado com esta iniciativa. Se não estiver, converse com pessoas que tiveram implementações de comércio eletrônico bem-sucedidas.

 

  • 5. Monte sua equipe de e-commerce

 

Existem várias funções diferentes na implementação bem-sucedida do comércio eletrônico. Alguns serão internos e outros externos. Determine quem atuará nessas funções e, se você não tiver pessoas, considere terceirizar esse suporte.

 

  • 6. Selecione sua tecnologia

 

Existem várias opções de plataforma de comércio eletrônico por aí, mas é importante escolher a opção certa para sua empresa. Aqui estão algumas coisas a considerar:

  • Quanto custará a configuração do seu site? Existem integrações pré-criadas que economizarão seu dinheiro?
  • Quão fácil será a plataforma para você manter? Você precisará gerenciar a segurança, os patches e as atualizações?
  • A hospedagem está incluída?
  • Você precisará de um site separado para o conteúdo? Em caso afirmativo, existe uma maneira de integrar isso ao seu comércio eletrônico?
  • Possui os recursos B2B que você está procurando? Leve em consideração as tendências do setor de comércio eletrônico B2B.
  • Que desenvolvimento contínuo está sendo feito na plataforma para garantir que você fique atualizado com as mudanças no mercado?
  • Planeje levar algum tempo selecionando a sua tecnologia. Você precisará aprender e estudar sobre os muitos aspectos dessa decisão.

 

As 8 principais vantagens do e-commerce

A seguir, os principais motivos pelos quais os comerciantes iniciantes e estabelecidos estão adotando o comércio eletrônico como principal fonte de receita.

  1. Rápida entrada no mercado
  2. Baixo custo
  3. Os compradores começam fazendo pesquisas online
  4. Ter mais dados do cliente
  5. Alcançar novos clientes
  6. Estratégia de Marketing de Conteúdo
  7. Servir a vários nichos de mercado
  8. Seja o lugar onde os clientes querem comprar

Conclusão

A internet é uma plataforma lucrativa de compras entre os consumidores. Ela tem a capacidade de satisfazer instantaneamente os desejos e necessidades dos consumidores com o clique de um botão. 

A Internet foi incorporada às principais funções de negócios, desde o que antes era uma ferramenta de comunicação até uma possível forma principal de ferramenta de transações comerciais, com vendas imediatas. 

Com modelos de e-commerce adequados, uma empresa tem a vantagem de proteger seus negócios e gerar crescimento sustentável.

A implementação de um modelo de um e-commerce de forma coerente com o modelo de vendas existente oferece muitos benefícios. 

Esses benefícios podem ser vistos no pulso financeiro de suas vendas, no relacionamento entre fabricantes e distribuidores, na eficiência da produção e no impacto do reconhecimento da marca. 

Como o comércio eletrônico continua a ser cada vez mais essencial para as organizações, como sua empresa o utilizará para aumentar suas vendas?

Fale com um de nossos consultores e juntos encontraremos a solução ideal para o seu negócio!



Deixe uma resposta