71% das pessoas pretendem comprar na Black Friday 2015, revela pesquisa

atualizado em 19/11/2015

Black Friday no Brasil

Todo ano, a Black Friday ganha força no Brasil. Isso porque cerca de 64% das pessoas afirmam ter realmente encontrado descontos significativos nos produtos que desejavam na edição passada, em 2014. Esses dados são de uma pesquisa realizada pelo website Zoom, que compara preços e produtos.
E as expectativas dos consumidores são boas para este ano, cerca de 40% diz estar confiante que neste período vão encontrar boas ofertas também. E você, ainda não cadastrou sua loja? Então o que está esperando para cadastrar sua loja virtual?
 

Corre que ainda dá tempo de cadastrar a sua loja!!! Foto: donagiraffa

E para constatar a força do comércio eletrônico no país, a grande maioria, 85% acreditam encontrar descontos melhores nas lojas online do que no varejo físico, isso porque a internet é o principal aliado do consumidor para pesquisar preços. Você faz pesquisa de preços antes de comprar online? Clique Aqui!
A mudança diária no valor do dólar, que a cada dia aumenta mais e sua influência, têm levado muitos consumidores a se tornarem mais minuciosos às pesquisas de preços. Resultado disso é: 91% dos entrevistados disseram que utilizam comparadores de preços e produtos.
E mesmo que estejam ”prevenidos de juros”, a maioria aposta nas promoções da Black Friday, sendo que 49% tem a expectativa de encontrar melhores ofertas no evento do que nas liquidações fora de época que o varejo tem realizado para combater a crise.

71% das pessoas pretendem comprar, segundo Zoom

A pesquisa foi feita com 20 mil pessoas e embora os consumidores estejam mais receosos por conta do cenário econômico atual do nosso país, a maioria das pessoas, 71% ainda pretende comprar na Black Friday, mas se encontrar bons descontos. Agora, segue a lista das pretensões para a Black Friday 2015, no dia 27 de novembro. Confira!

  • Já 28%, afirmaram não terem dúvidas de que comprarão;
  • E apenas 1% não tem intenção de aproveitar o evento;
  • 66% dos entrevistados avaliarão se irão gastar menos por conta da crise dependendo dos descontos que encontrarem;
  • 30% deles pretendem efetivamente pisar no freio nas compras;
  • 4% afirmam não terem a intenção de diminuir os gastos esse ano;

Quanto vão gastar?

Segundo a pesquisa, 57% dos respondentes têm intenção de gastar mais de R$ 1.000! E, cerca de 27% pretendem investir de R$ 500 a R$ 1.000. Bom, essa foi a base média do ano passado, gerando então a mesma expectativa.

Quais são os produtos mais desejados?

Os dados revelam que os:

  1. Celulares/smartphones lideram com 57% dos mais desejados;
  2. TVs com 43%;
  3. Eletrodomésticos somados em 33%;
  4. Eletroportáteis alcança 29%;
  5. Notebooks com 27%;

E você já está preparado?! Ainda não tem um negócio online? Então, Encontrou! Acesse esse link e entre em contato conosco e faça um orçamento.



Deixe uma resposta